Sistemas Colaborativos com as ferramentas utilizadas na FazTI

Irei comentar um pouco sobre o conhecimento que adquiri na minha última pesquisa para um trabalho em uma disciplina na universidade, através disso irei fazer uma observação sobre os programas utilizados para o melhor fluxo de trabalho na FazTI.

 

Em uma das minhas últimas pesquisas acadêmicas abordei o assunto de produção de um software para mapeamento da poluição ambiental, esse sistema possuiria uma interface no formato de um mapa, onde os pontos de contribuição de cada usuário seriam mostrados nessa API de mapeamento, para pensar no processo de desenvolvimento me concentrei em pesquisas voltadas para a aplicação de modelos de sistemas colaborativos, em uma delas me deparei com o Modelo 3C, esse modelo foi derivado das pesquisas na área pelo autor Ellis e aperfeiçoado conforme o tempo, o modelo baseia-se em três pilares dos sistemas colaborativos, comunicação, coordenação e colaboração, levando em conta esse aspecto o número de sistemas que fazem uso dessas características é absoluto, porém cada uma dessas partes está de forma total onde seu principal foco é ela ou presente em um certo percentual mas o foco do sistema não é ela.

 

No exemplo criado no meu artigo o software de mapeamento da poluição ambiental possui um foco bem maior na colaboração, onde ficaria evidente a contribuição dos usuários através de símbolos no mapa, sua comunicação é assíncrona feita por comentários no momento da contribuição, a coordenação das atividades não seria levada em conta, porém através do sistemas seria possível os usuários coordenarem atividades entre eles presencialmente, um dos aperfeiçoamentos que poderiam ser feitos é a criação de uma funcionalidade para os contribuidores coordenarem em qual local eles gostariam de fazer um monitoramento, dessa forma seria possível criar pontos de fiscalização e atribuir áreas para um determinado grupo que tenha se oferecido a monitorar essa área.

 

Dito isso fica evidente que algumas ferramentas aqui utilizadas pela FazTI possui o foco de um sistema colaborativo, entretanto devido o fato que muitas ferramentas não possuem um alto grau de eficiência em todas as bases do Modelo 3C outros programas são utilizados para complementar todas essas características, como exemplo o Slack faz o papel de comunicação instantânea entre os usuários, o Kanban proporciona uma alto grau de coordenação de atividades e o Git complementa fazendo o papel de proporcionar visível e acessível a contribuição dos usuários no projeto, entretanto isso não implica que esses softwares contribuem apenas para uma dessas bases as outras características também podem ser observadas em menor destaque nas funcionalidades desses programas, uma proposta de software colaborativo poderia fazer a integração dessas ferramentas utilizadas na FazTI e proporcionar uma interface informativa sobre as atividade de comunicação, colaboração e coordenação, dessa forma as características principais dos três programas seriam aproveitadas e gerenciadas por apenas um sistema, proporcionando uma maior simplicidade na disponibilidade de informação e integração dos participantes em um grupo pequeno ou grande de desenvolvimento, sendo assim a ferramenta precisaria ser pensada levando em consideração todos os setores envolvidos no projeto, desde programadores e designers até setores administrativos da empresa.

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *